“Cala a boca, negro!”

Opinião sobre como a imprensa brasileira age diferente quando o caso de racismo é aqui, na Argentina e Uruguai. Por que dois pesos e duas medidas? Qual é a forma mais eficiente de combater o racismo?