fbpx

Mais uma postagem politicamente incorreta pra pra você.

Como harmonizar vinhos com queijos e comida de forma simples?

Conteúdo protegido. Quer uma cópia? Comente, compartilhe e me chame no WhatsApp.

O que você imaginar, personalizamos pra você.

Surpreenda no presente de casamento, bodas, aniversários. Clique na imagem e saiba mais no site do fabricante.

Um vinho pode harmonizar com vários pratos, então deixe de se preocupar com o número de e foque na qualidade dos rótulos, sairá mais barato e dará menos trabalho. O melhor vinho do mundo é aquele que você mais gosta, não o mais caro.

Esses são os vinhos coringas que servem para a maioria dos casos:

– Espumantes.

É a bebida oficial das boas vindas. Ser recebido com uma taça de espumante nos faz sentirmos importantes para o anfitrião. Harmonizará com os petiscos, com a mesa de queijos e frios, com as entradas, e com o bate papo antes e depois da refeição. Pode ser servido um espumante doce com a sobremesa, exceto chocolates.

– Chardonnay.

Harmoniza com a maioria dos queijos (só os duros como o parmezão pedirá um tinto como um Chianti ou um mais encorpado como um Barolo ou Nebbiolo, dependerá do seu gosto, os convidados vão amar sua escolha, garantido), é perfeito com aves, porco, molhos a base de creme de leite, peixes e frutos do mar.

– Cabernet Sauvignon.

Harmoniza com todas as carnes vermelhas, frango ao molho pardo, bacalhau assado (sabor mais acentuado) e regados no azeite, queijos médios (amarelos semiduros) e até com o churrasco, apesar de recomendar malbec e tannat como ideais para as carnes vermelhas na brasa.

– Balnyus ou Porto Tawny.

Vinhos fortificados para harmonizar com as sobremesas, principalmente chocolates, queijos duros e para molhar o pão duro (como fazíamos com o pão no achocolatado na infância). Viu como é simples?

Mas caso queira elaborar uma harmonização mais criteriosa, siga a tabela abaixo elaborada de forma simples e elucidativa pelo site VEM DA UVA, ou envie sua dúvida nos comentários ou envie-nos uma mensagem. Saúde.

#harmonizaçãodequeijosevinhos #comoharmonizarcomidaevinho #harmonização #queijosevinhos #carnesevinho #churrascoevinhos #cabernetsauvignon #vinhosfortificados

5 e-books, 400 págs.

Saiba tudo sobre Vinhos

Quer falar sobre vinhos como um especialista?

De R$ 49,90 por R$ 4,90

Cupom expira em 01/02/2020:

Dias
Horas
Minutos
Segundos
A promoção acabou. Aguarde a próxima.
Shape
Shape

Gostou dessa postagem?

Explore as anteriores.

Não esqueça de deixar sua crítica, sugestão ou dúvida nos comentários. AJUDE O BLOG TORNANDO-SE MEMBRO OU CLICANDO EM UM ANÚNCIO.

12 respostas

    1. É sim. É tendência mundial entre o pessoal que quer melhorar o mundo derrubando o que já está pronto pra construir outro no lugar. Se você achou nojento, você é normal como eu. Como a maioria.

  1. Sem álcool em gel já estaríamos todos mortos, mas parece que algumas pessoas não entendem como é importante ouvir os especialistas.

  2. Para o brandy ser considerado Cognac, necess rio que as uvas tenham sido cultivadas, fermentadas e destiladas na Fran a, mais especificamente na regi o de Charente, ao norte de Bordeaux. l que est localizada a cidade de Cognac, que deu nome bebida.

    1. Não. Errado.
      O Conhaque originou-se na região de Cognac, próxima a costa leste, quando marinheiros franceses, precisando de espaço nos porões dos navios, resolveram destilar o vinho popular produzido ali. Do acondicionamento dessa bebida destilada em barricas de carvalho, surgiu a cor dourada, hoje típica do conhaque. A região não fica em Bordeaux, fica longe, bem ao norte do outro lado do Garona (Garonne).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »
error: Quer uma cópia do artigo? Me peça via WhatsApp. É grátis!