fbpx

Mais uma postagem politicamente incorreta pra pra você.

3 dicas de whiskys realmente diferentes para iniciantes e para os mais experientes. Como são feitos e seus preços.

Os 3 ‘Whiskies’ diferentes e baratos que recomendo pra presentear nesse natal.

Conteúdo protegido. Quer uma cópia? Comente, compartilhe e me chame no WhatsApp.

O que você imaginar, personalizamos pra você.

Surpreenda no presente de casamento, bodas, aniversários. Clique na imagem e saiba mais no site do fabricante.

Muitas pessoas têm me perguntado no Whatsapp e Instagram sobre qual seria o melhor Whisky pra presentear dentro da relação custo x benefícios. Querem um espirituoso bom, barato e com uma embalagem bem bonita.

Tenho recomendado os que mais gosto, o Jack Daniel’s do Tennessee e o Glenfiddich (pronuncia-se glênfedêc), o americano por ser barato e extremamente aromático, envelhecido em barris novos de carvalho americano (só os americanos utilizam barris novos) com tostagem branda a média que lhe dão aromas de baunilha, café e caramelo mais marcantes porque os poros da madeira permanecem quase intactos, e quanto mais a bebida invade os poros, mais sabores da madeira vai ter.

Por ter milho na composição (o que faz muitos “especialistas ” torcerem o nariz) ele é mais leve, o que o torna mais indicado pra quem está começando a degustar espirituosos sem misturar com outras bebidas (que é um pecado).

Já o Glenfiddich eu recomendo pra quem já é iniciado e está disposto a dar um passo adiante em qualidade. É pra aqueles que já consomem Johnny Walker Red ou Black Label. É mais caro que o Double Black mas é incomparavelmente superior em aromas e sabor.

Dos Johnnie Walker’s eu recomendo o Double Black por causa dos aromas de café e tostado . O nome vem da dupla tosta na madeira que fica bem carbonizada, que sela os poros da madeira diminuindo aromas de baunilha mas aumenta os de café, chocolate e de tosta. É diferente dos demais que usam tosta média.

Enquanto o Red e o Black Label têm vários tipos de grãos, o Glenfiddich é feito apenas com cevada (daí o single malt do rótulo), a madeira usada é francesa e eslovena, já utilizada para amadurecer os grandes vinhos do Porto portugueses, os Marsalas italianos, os Xerez espanhóis. A tosta é média.

O Glenfiddich tem aromas e sabores de panetone de frutas, baunilha e caramelo tão marcantes que no nariz têm-se a sensação de que degustaremos uma bebida doce.

Preços

Glenfiddich. Imagem: Super Adega
Johnnie Walker Double Black. Imagem: Super Adega

Preços do site da SUPER ADEGA, que pratica os melhores preços do país (e não estou sendo patrocinado pra dizer isso).

Compre algo diferente para o teu pai/avô nesse natal, pois nesses tempos difíceis pode ser o último com eles.

E por último eu deixo uma dica: não chame os Jack Daniel’s Honey ou o Jack Daniel’s Spice (não! não é feito com pimenta e sim canela) de “whiskies”, primeiro porque os EUA não fabricam Whisky e sim Tennesse Whiskey ou Bourbon, e por último por se tratarem de LICORES.

Deixe sua opinião nos comentários.

5 e-books, 400 págs.

Saiba tudo sobre Vinhos

Quer falar sobre vinhos como um especialista?

De R$ 49,90 por R$ 4,90

Cupom expira em 01/02/2020:

Dias
Horas
Minutos
Segundos
A promoção acabou. Aguarde a próxima.
Shape
Shape

Gostou dessa postagem?

Explore as anteriores.

Não esqueça de deixar sua crítica, sugestão ou dúvida nos comentários. AJUDE O BLOG TORNANDO-SE MEMBRO OU CLICANDO EM UM ANÚNCIO.

12 respostas

    1. É sim. É tendência mundial entre o pessoal que quer melhorar o mundo derrubando o que já está pronto pra construir outro no lugar. Se você achou nojento, você é normal como eu. Como a maioria.

  1. Sem álcool em gel já estaríamos todos mortos, mas parece que algumas pessoas não entendem como é importante ouvir os especialistas.

  2. Para o brandy ser considerado Cognac, necess rio que as uvas tenham sido cultivadas, fermentadas e destiladas na Fran a, mais especificamente na regi o de Charente, ao norte de Bordeaux. l que est localizada a cidade de Cognac, que deu nome bebida.

    1. Não. Errado.
      O Conhaque originou-se na região de Cognac, próxima a costa leste, quando marinheiros franceses, precisando de espaço nos porões dos navios, resolveram destilar o vinho popular produzido ali. Do acondicionamento dessa bebida destilada em barricas de carvalho, surgiu a cor dourada, hoje típica do conhaque. A região não fica em Bordeaux, fica longe, bem ao norte do outro lado do Garona (Garonne).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »
error: Quer uma cópia do artigo? Me peça via WhatsApp. É grátis!