fbpx

Mais uma postagem politicamente incorreta pra pra você.

Declarar morte por Covid19 é a única forma de receber 100% da pensão por morte. Saiba tudo nessa postagem.

Pensão: apenas morte por Covid19 garante 100% do benefício.

Conteúdo protegido. Quer uma cópia? Comente, compartilhe e me chame no WhatsApp.

O que você imaginar, personalizamos pra você.

Surpreenda no presente de casamento, bodas, aniversários. Clique na imagem e saiba mais no site do fabricante.

A reforma da previdência diminuiu pela metade as pensões por morte, mas não alterou as de morte por acidente de trabalho, ou seja, se seu cônjuge ou pessoa a qual você é dependente morrer no ambiente de trabalho ou de doença adiquirida nele, você receberá como antes da reforma: 100% dos proventos.

QUEM TEM DIREITO?

“Os dependentes podem ser considerados: cônjuges, companheiros, filhos menores de 21 anos não emancipados, filhos maiores de 21 considerados inválidos ou deficientes. Nesses casos a dependência econômica com o falecido é presumida, não é necessário comprovar.


Ex-cônjuges também podem receber pensão desde que comprovem dependência    financeira, como por exemplo em casos que o falecido pagava pensão alimentícia. “

CREDITO: https://www.campograndenews.com.br/artigos/pensao-por-morte-e-coronavirus

Médicos, enfermeiros e profissionais da saúde: só eles recebem 100% por morte por Covid19?

Pela reforma da previdência sim, pois está caracterizado o acidente de trabalho (contágio no ambiente de trabalho).

Mas o STF se meteu e decidiu incluir todos os demais trabalhadores. Entenda melhor lendo parte do artigo do Jornal Contábil abaixo.

CORONAVÍRUS E PENSÃO POR MORTE

Fonte: https://www.jornalcontabil.com.br/coronavirus-e-o-direito-a-pensao-por-morte/


“Existe alguma alteração no regime de pensão por morte por conta do coronavírus?

Via de regra a pensão por morte não se altera pela pandemia, mesmo que a morte tenha sido causada pelo coronavírus.

Há, entretanto uma observação extremamente importante de se fazer: caso a COVID-19 tenha sido contraída no exercício do trabalho (ex: enfermeiros, médicos, auxiliares em geral), a pensão por morte será maior.

Isto porque será considerado como morte por doença ocupacional, e a média será de 100% de todos os salários de contribuição, aumentando a base de cálculo para a pensão por morte.

Essa é aliás uma decisão recente do Superior Tribunal Federal, suspendendo dois artigos da MP 927. Vitória de todos os profissionais da saúde no combate a Covid 19. A decisão do STF retira o ônus de médicos, enfermeiros e outros tantos trabalhadores da saúde comprovarem que a infecção por coronavírus foi ocupacional, como se fosse possível demonstrar o momento exato da infecção.

Com informações Campo Grande News.”

Minha opinião.

A imprensa deveria falar sobre esse assunto, visto a importância e relevância, não ficar só contando mortos e intimidando a população com alterações do vírus ou tentando tratar o João Dória e o Rodrigo Maia como os salvadores do país.

As pessoas de classe média alta têm acessoria advocatícia, coisa que a grande maioria da população não tem.

Agora você entende o porque todos os famosos e mais ricos faleceram por Covid19.

E os mais pobres que morreram por Covid19 tendo outras enfermidades? Eles não tem acesso a advogados.

Não têm, mas você sabia que enquanto um enterro normal custa em média R$ 1 mil, um por Covid19 custa em média 4 vezes mais.

Fonte: O Globo – https://oglobo.globo.com/rio/mesmo-com-orientacao-para-descontos-enterro-de-vitima-do-coronavirus-pode-passar-de-3800-1-24384796

Isso está causando um fenômeno de declaração de mortes pela enfermidade porque, os médicos, assediados pelas funerárias, assinam Covid19 pra receber comissão delas e familiares, também assediados pelas funerárias, são incentivados a declarar morte por Covid19 para poder receberem 100% da pensão por morte: “o primeiro passo é declarar morte por Covid19, depois é só entrar na justiça e alegar que o falecido contraiu a doença no trabalho (que inclusive pode ser home oficce).

Brasil não é para amadores, amigos.

Como sei disso tudo?

Soube disso tudo ontem durante a seja de natal em conversa informal com um amigo dono de funerária.

“O vinho entra, a verdade sai.”

Eu criticaria quem faz essa manobra pra poder receber a pensão, mas pra mim IMPOSTO É ROUBO, e tudo é válido para que o Estado boa devolva parte do que ele nos rouba.

O problema é que prefeitos e governadores são premiados com mais dinheiro do governo federal.

Entenda: Quanto maior é o número de mortos, maior é o repasse de dinheiro emergencial para controlar a Pandemia. Mas isso todo mundo já está cansado de saber.

O outro motivo é mais grave: Sem alto número de mortes, compras sem licitação deixam de existir, já que elas só estão autorizadas em locais em estado de emergência.


Deixe sua opinião nos comentários e clique em um anúncio pra ajudar o blog.

Pensão alimentícia em época de Lockdown:

Saiba mais nessa postagem do JusBrasil.


https://thbrancs.jusbrasil.com.br/artigos/822552285/covid-19-e-o-direito-das-familias-pensao-guarda-e-visitas/amp

5 e-books, 400 págs.

Saiba tudo sobre Vinhos

Quer falar sobre vinhos como um especialista?

De R$ 49,90 por R$ 4,90

Cupom expira em 01/02/2020:

Dias
Horas
Minutos
Segundos
A promoção acabou. Aguarde a próxima.
Shape
Shape

Gostou dessa postagem?

Explore as anteriores.

Não esqueça de deixar sua crítica, sugestão ou dúvida nos comentários. AJUDE O BLOG TORNANDO-SE MEMBRO OU CLICANDO EM UM ANÚNCIO.

12 respostas

    1. É sim. É tendência mundial entre o pessoal que quer melhorar o mundo derrubando o que já está pronto pra construir outro no lugar. Se você achou nojento, você é normal como eu. Como a maioria.

  1. Sem álcool em gel já estaríamos todos mortos, mas parece que algumas pessoas não entendem como é importante ouvir os especialistas.

  2. Para o brandy ser considerado Cognac, necess rio que as uvas tenham sido cultivadas, fermentadas e destiladas na Fran a, mais especificamente na regi o de Charente, ao norte de Bordeaux. l que est localizada a cidade de Cognac, que deu nome bebida.

    1. Não. Errado.
      O Conhaque originou-se na região de Cognac, próxima a costa leste, quando marinheiros franceses, precisando de espaço nos porões dos navios, resolveram destilar o vinho popular produzido ali. Do acondicionamento dessa bebida destilada em barricas de carvalho, surgiu a cor dourada, hoje típica do conhaque. A região não fica em Bordeaux, fica longe, bem ao norte do outro lado do Garona (Garonne).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »
error: Quer uma cópia do artigo? Me peça via WhatsApp. É grátis!