fbpx

Mais uma postagem politicamente incorreta pra pra você.

Vinho 22 é mais um que aposta mais na publicidade que no próprio vinho. Aposta num rótulo que agrada a parcela ideológica pra se dar bem.

Vinho 22: mais um vinho pra enganar trouxas.

Conteúdo protegido. Quer uma cópia? Comente, compartilhe e me chame no WhatsApp.

O que você imaginar, personalizamos pra você.

Surpreenda no presente de casamento, bodas, aniversários. Clique na imagem e saiba mais no site do fabricante.

A tática de usar obras de Tarsila do Amaral nos rótulos pra ajudar a amolecer os corações de fãs da artista (imagem do site do Vinho 22).

Vinho 22 é mais um vinho feito por um e rotulado pra outro, o que chamamos no mundo dos vinhos de vinho de “rótulo branco”.

Ontem fiz uma postagem completa sobre vinícolas que te ensinam a fazer teu próprio vinho e até a exportá-lo, você vai na vinícola fazer teu próprio vinho cuidando desde a videira até o engarrafamento, não é esse o caso aqui.

Leia também: Como fazer seu próprio vinho em vinícolas no Brasil e Argentina.

Esse aqui é mais um caso em que o dono do rótulo só vai na vinícola negociar o lote de vinho e apresentar o rótulo que será estampado na garrafa.

Qualidade ou lucro?

Lucro .

Mais o vinho é ruim mesmo?

Você conhece o vinho FACES? O famoso vinho da Copa e das Olimpíadas? Se não conhece não se dê ao trabalho pois ficou famoso por ser horrível.

Pois o Vinho 22 é o Faces engarrafado com um rótulo diferente.

Copa do Mundo tem vinho oficial - GQ | Essa é nossa
Imagem: G1

O Faces branco e rose são vinhos ralos, carentes de aroma e sabor, 12% apv, e o tinto tem 13% mas é “torto” na acidez (difícil de beber). O rótulo bonito enganou muita gente e até a mim que comprei mais de 100 caixas desse vinho pra vender no Empório Sta. Therezinha.

Como eu sei que são os mesmos vinhos?
A própria Lidio Carraro me confirmou via e-mail.


Mais pelo meno é baratinho?

Não. É carinho.

Custa exatamente o dobro do preço do Faces.

Repare que se você não cair no engodo da Tarsila, paga metade do mesmo vinho.


Quem fabrica o vinho?

Vinícola Lídio Carraro, famosa por vender seus vinhos sem passagem por barricas mais caros que vinhos barricados em madeira francesa nova, ou seja, investem mais em MARKETING que na elaboração dos vinhos.

E o marketing é forte: vinhos “puristas”, vinhos “escolhidos” para representarem a cultura vinícola brasileira na Copa, nas olimpíadas, Rock in Rio, etc,..

ESCOLHIDOS = Pagou muita grana para ganhar o direito de ser patrocinadora dos eventos.

Seus vinhos nunca ganharam um prêmio relevante no Brasil e está aguardando algum jurado internacional corrupto aceitar propina pra pontuar bem algum de seus vinhos, o que vai ser difícil, visto que todos estes estão sendo desmascarados e retirados do mercado.

Mas isso não desanimou os donos do 22. Colocaram em destaque as “grandes premiações” da Lídio Carraro em seu site:

Colocam “vinho oficial” quando deveriam colocar PATROCINADOR oficial.


Quem é a empresa que vende o Vinho 22?

Ninguém sabe.

No site não informam CNPJ ou razão social pra gente poder ver ao menos o ano de fundação. São espertos.


Enfim, tá aí tudo o que você precisa saber pra não cair em mais este golpe publicitário. Porque eles investem em marketing e muito. Seja patrocinando eventos, degustações e comprando matérias jornalísticas (como a da foto abaixo).

Imagem: https://exame.com/casual/marca-nacional-lanca-vinhos-em-homenagem-a-tarsila-do-amaral/

Mais porque escolheram Tarsila do Amaral ?

A resposta é simples: Tarsila é a grande artista dos progressistas brasileiros. Ela e todos os que “revolucionaram” na Semana de Arte Moderna de 1922. “Mudou paradigmas, fez o mundo retrógrado avançar”, e blá, blá, blá….

Sim, esse pessoal revolucionário acha que Van Gogh, Michelangelo e Da Vinci são “retrógrados”.

Imagem: site Vinho 22.

Se você está fora da bolha em que essas pessoas vivem, você sabe que as obras dela não são lá essas coisas comparada Às dos grandes mestres do renascentismo, mas esse povo odeia essa fase da humanidade só porque ela foi dominada pelo poder da Igreja Católica. Mas isso é outro assunto.

5 e-books, 400 págs.

Saiba tudo sobre Vinhos

Quer falar sobre vinhos como um especialista?

De R$ 49,90 por R$ 4,90

Cupom expira em 01/02/2020:

Dias
Horas
Minutos
Segundos
A promoção acabou. Aguarde a próxima.
Shape
Shape

Gostou dessa postagem?

Explore as anteriores.

Não esqueça de deixar sua crítica, sugestão ou dúvida nos comentários. AJUDE O BLOG TORNANDO-SE MEMBRO OU CLICANDO EM UM ANÚNCIO.

12 respostas

    1. É sim. É tendência mundial entre o pessoal que quer melhorar o mundo derrubando o que já está pronto pra construir outro no lugar. Se você achou nojento, você é normal como eu. Como a maioria.

  1. Sem álcool em gel já estaríamos todos mortos, mas parece que algumas pessoas não entendem como é importante ouvir os especialistas.

  2. Para o brandy ser considerado Cognac, necess rio que as uvas tenham sido cultivadas, fermentadas e destiladas na Fran a, mais especificamente na regi o de Charente, ao norte de Bordeaux. l que est localizada a cidade de Cognac, que deu nome bebida.

    1. Não. Errado.
      O Conhaque originou-se na região de Cognac, próxima a costa leste, quando marinheiros franceses, precisando de espaço nos porões dos navios, resolveram destilar o vinho popular produzido ali. Do acondicionamento dessa bebida destilada em barricas de carvalho, surgiu a cor dourada, hoje típica do conhaque. A região não fica em Bordeaux, fica longe, bem ao norte do outro lado do Garona (Garonne).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »
error: Quer uma cópia do artigo? Me peça via WhatsApp. É grátis!